Secret Feelings of Girls
Ei garçom! Ta vendo aquela garota de vestido curto dançando ali na pista? É minha ex namorada. Antigamente eu a traia todos os dias, eu vinha pra cá com uns amigos pra curtir e falava pra ela que ia passar a noite em casa estudando. E sabe o que é pior? Ela acreditava. Todos os dias ela me mandava uma mensagem de Bom dia no meu celular, ás vezes passava o dia inteiro me ligando, só pra me lembrar do horário do dentista, nos finais de semana ela me esperava acordada de madrugada no msn só pra dizer: -Boa noite meu amor, eu te amo. E sabe como eu retribuía? Eu ria dela, eu só tinha vontade de vê-la quando meus amigos não me chamavam pra sair, eu ignorava todas as ligações e mensagens dela. Quando ela me convidava pra sair, eu mentia que não ia poder 5 minutos antes, e sempre que ela falava que me amava eu ria e mudava de assunto. Até que um dia ela cansou, desistiu sei la… Me excluiu de todas as redes sociais, trocou o número do telefone, passou a me ignorar. No começo achei que não ia me afetar, mas doeu, eu fui até a casa dela e ela não quis nem me ver. Hoje ela ta ai, linda, dançando feliz com as amigas, nem se quer olhou para os lados pra me procurar. Enquanto eu? Eu to aqui babando por ela, enchendo a cara pra esquecer que um dia eu tive tudo e não aproveitei nada!

-Autor Desconhecido.   (via bosheit)

Já perdi noites chorando, chorava até não conseguir respirar mais. Já perdi a conta de quantos dias eu deixei de aproveitar, de sorrir, de apenas acordar bem por causa de alguém ou alguma coisa. Já perdi o jeito das coisas, não sei ser mais eu mesma. Por medo, sim medo. Medo de permitir que alguém entre e depois me deixe no chão. Medo de acreditar em promessas, de me jogar em pleno abismo -achando e esperando-, que alguém estará lá em baixo para me segurar. Eu nunca me considerei uma medrosa, sempre fui atrás do que queria, sempre lutei por aquilo que eu achava certo. Não paro para ouvir o que acham de mim, mas quando se trata de sentimentos, eu viro uma garotinha assustada com medo até da própria sombra.

-O Diário de Sofi.   (via c-arryon)

Uma vez um certo alguém chegou em mim e me perguntou quais os tipos de pessoas que me encantam, e eu respondi; “Aquelas que não desistem de mim.”

-Thiara Macedo (sdpm)

Um dia você conhecerá um cara que te chamará de linda. Primeiro de linda, depois de gostosa. Mas não é aquele cara que só chama de gostosa, tesuda e só quer trepar com você. Assim mesmo, trepar e tchau. Dá pra sacar quando um homem quer trepar e tchau. É fácil de detectar. Ok, se você quer trepar e tchau, então trepa e tchau. Eu estou falando de algo mais. Do que faz trepar e oi. Trepar e ficar. E ficar abraçado. E ficar conversando. E ficar sonhando junto. E ficar querendo ficar mais e mais (e trepar mais e mais?). Um cara que queira você como você é. Que você não precise impressionar. Que seja inteligente. Educado. Delicado. Na medida certa. Nem mais, nem menos. Que entenda seus momentos de fúria. Que ache você bonita mesmo descabelada. E suada. Que respeite seus momentos de raiva. Que saiba a hora exata de se abaixar para não ser atingido com algum objeto pontiagudo ou cortante. Que se importe com você. Que não goste de discutir, mas que escute todas as baboseiras malucas que você está a fim de falar. Que não seja chinelão demais, mas que não seja engomadinho demais. Que seja lindo. E cheiroso. E gostoso. Que fale de você para a mãe dele. Que diga que vai proteger você de animais selvagens como lagartixa, barata e sapos. Que não tenha medo de dizer que tem medo de algumas coisas. Que não fique dando uma de machão, ele pode ser fraco com você. Pode pedir ajuda pra você. Pode pedir conselhos pra você. E você dará com o maior prazer. Um dia você conhecerá um cara que fará você acreditar que vale a pena o esforço. Vale a pena alguma lágrima que cai. Vale a pena esperar por ele. Vale a pena sonhar, acordada ou não, com ele e com tudo que virá e com a forma que você quer que tudo seja. Aquele cara que conhece você. Que admira você. Que respeita você. Que tem intimidade com você. Liberdade. Que vai achar você linda mesmo que você não tenha passado um rímel sequer. Que você se sente à vontade pra andar na rua de qualquer jeito, nem que seja de calça jeans e havaianas e mesmo assim você estará a mulher mais maravilhosa do mundo. Que você não sinta vergonha de dizer “eu não sei”, pois ele vai te explicar o que você não sabe. Que ri dos seus risos. É solidário com seus receios. Que acha você idiota nos devaneios românticos. E que gosta da sua idiotice. E que gosta de você, mesmo você sendo uma grande chata de vez em quando. Que queira escutar as batidas que o seu coração dá. E queira andar com você de mãos dadas por aí… Pra qualquer lugar. E que, também, queira trepar muito com você.

-Clarissa Corrêa.    (via conspirada)

Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado. Às vezes nos falta esperança, mas alguém aparece para nos confortar. Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa. Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar, é nossa razão de existir. Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino. Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa. Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um por do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto, é a força da natureza nos chamando para a vida.

-Fernando Veríssimo.  (via intimidadedegarota)